Cérebro, olho e dedo.

Este poste se baseia nos fundamentos de Vilém Flusser, em “A urgência de uma filosofia na fotografia”. Nesse texto ele nos revela a partir da câmera fotográfica a dinâmica da relação do homem com a máquina, que com o passar dos anos cada vez mais se aplica em diversas áreas.

Pensando nos dias atuais e ainda nas câmeras fotográficas, cada vez o aparelho impera mais sobre criatividade humana, o “melhor” é o mais automático possível, eliminando assim a possibilidade do erro humano e com isso criando resultados sempre semelhantes.

Image

Para se obter alguma inovação e criatividade, necessariamente é preciso jogar contra o aparelho. Conhecer seu funcionamento e fugir da forma automática de ser utilizado por ele. Criar imagens que não estejam pré definidas no programa do aparelho.

O ponto final da minha discussão está contido nesse vídeo:

O filme já começa com o gc: “Recursos Manuais: Você controla seu resultado.” E nos provoca com uma pergunta: “Quem disse que você não pode fazer foto profissional?”

De alguma forma o aparelho tenta iludir o seu operador, dizendo que ele estará no controle se comprar aquilo, esse exatamente o argumento que iria contra ele.

Que tipo de fotografo profissional essa pessoa se tornaria?

Por outro lado, revela que existe uma câmera ideal para cada momento, a realidade é que esse fotógrafo deveria manipular a câmera seja ela qual for, de acordo com o que ele achar interessante, não trocar de câmera para obter o resultado.

Esse tipo de mensagem não é um problema que vem da criação publicitária, mas do sistema funcionário/aparelho que cada vez mais se consolida na sociedade moderna.

Jonas Machado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s