“AH LELEK LEK”

No inicio do mês a Mercedez-Benz lançou na internet duas campanhas de apresentação de seu novo Classe-A 2013 no Youtube:

A primeira num estilo clássico, tradicional,  que contempla mais o carro:

E a segunda, na intenção de chamar a atenção do público utilizaram de uma música polêmica:

A música utilizada para o segundo vídeo “ALELEK LEK”  (http://www.youtube.com/watch?v=E1AC_k9izjY) vem chamando a atenção da mídia e das pessoas.

Tudo começou pelo fato de um dos principais divulgadores ser o jogador Neymar (http://www.youtube.com/watch?v=numNwGM2uCc).

A partir daí a música começou a ser divulgada em baladas, festas, programas de TV e redes sociais.

A proposta da campanha apesar de ser controversa de certa forma atingiu seu objetivo como um viral do produto. Enquanto o primeiro vídeo praticamente com as mesmas imagens atingiu 185.415 exibições no Youtube até hoje, o segundo vídeo já tem 2.174.364 exibições. Se o objetivo era pegar carona com o sucesso da música para divulgar seu carro, de certa forma ela é vitoriosa. Por outro lado como valor de marca deste produto talvez não seja o que a Mercedes-Benz procura.

Alguns pontos positivos da campanha são:

– Viralização do vídeo, com a estratégia ele foi visualizado por mais pessoas, consequentemente de uma forma ou outra atingiu todos os públicos.

– A música se encaixou muito bem à campanha (Pelo “A” de Classe A ligado ao “A” de AH LELEK LEK, além do controle que o carro possuí até “no passinho do volante” que é uma parte da música).

– Identificação com o público jovem independente da classe social, que pode ou não consumir o carro.

E outros pontos negativos também:

– A música não atinge o principal target do produto (A grande maioria de consumidores desta marca não tem o costume de ouvir este tipo de música).

– A música pode agregar ao carro e à marca um valor que não condiz com o mesmo.

– Usando este recurso da música a marca acaba perdendo de certa forma credibilidade e status por ter criado uma piada.

Há algum tempo atras aconteceu uma situação semelhante: Uma dupla de sertanejo universitário lançou uma música chamada “Camaro Amarelo” que virou um hit. A partir daí surgiram muitas críticas boas e ruins. Pessoas compraram o carro pela música e outras que já tinham o carro se sentiram envergonhados em tê-lo.

No nosso ponto de vista a campanha com certeza chamou atenção, porém talvez não do público certo desta marca. A Mercedez-Benz atinge um público de classe média alta que provavelmente não se identifica com a música.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s