Como tudo começou…..

Você já parou pra pensar um pouco sobre um todo em relação a história da publicidade?

Como ela começou? De onde ela veio? Quais foram as primeiras propagandas ou comerciais? Que tipo de técnicas eram utilizadas? Aqui no brasil, quando ela surgiu?

Enfim, a publicidade existe desde a antiguidade, porém ganhou maior destaque após a revolução francesa. Ela tem a função de divulgar ideias publicas associadas à empresas, produtos, serviços, e comércio.

Atualmente, todas as atividades humanas se beneficiam como o uso da publicidade: Médicos, Engenheiros entre outros, divulgam por meio dela, os seus serviços; os artistas anunciam suas exposições, seus discos, seus livros; a própria ciência também vem utilizando os recursos da publicidade, promovendo suas descobertas e seus congressos por meio de cartazes, revistas, jornais, filmes, Internet e outros tipos de mídias.

Dentro da publicidade está a propaganda segundo a maioria dos historiadores um dos primeiros indícios de propaganda é ainscrição de Behistun (c. 515 a.C.), detalhando a ascensão de Dario I ao trono persa.

Cientificamente, as propagandas foram organizadas e aplicadas primeiramente pelo jornalista Walter Lippman e pelo psicólogo Edward Bernays (Sobrinho de Sigmund Freud). Durante a Primeira Guerra Mundial eles foram contratados pelo presidente dos EUA à influenciar a opinião pública para entrar na guerra os apoiando e uma forte campanha anti-alemã, que foi tão intensa que marcou fortemente os negócios norte-americanos. (Como já comentamos neste post: https://baudapublicidade.wordpress.com/2013/04/07/i-want-you/)

A Segunda Guerra Mundial continuou utilizando da propaganda como arma de guerra.

Na Alemanha Nazista liderada por Adolf Hitler, havia o Ministério da Conscientização Pública e Propaganda que ditava o que jornalistas, escritores e artistas diziam e faziam fazendo com que influenciasse o povo.

Durante a Guerra Fria tanto a União Soviética quanto os EUA utilizaram amplamente a propaganda. Usando filmes, programas de TV e rádio para influenciar seus próprios cidadãos.

A primeira agência de Publicidade, Volney B. Palmer, surgiu em Filadélfia em

1841. Em 1861 existiam já 20 agências de Publicidade apenas em Nova Iorque, entre elas a J. Walter Thompson, hoje em dia a agência mais antiga ainda em funcionamento.

No Brasil, a propaganda começou por volta de 1809 e eram em forma de classificados, se vendiam ou compravam imoveis, escravos, além de procurá-los quando fugitivos.

No final do século XIX os anúncios (grandes e com muitas figuras) começaram a ser publicados em jornais ou em praças publicas e instituições.

Em 1913 surge a primeira agência de propaganda no Brasil, Eclética. A qual contratava escritores e artistas para prepararem os textos e ilustrações dos anúncios. Anunciava nos principais meios de comunicação como revistas, jornais, cartazes e mala-direta; os principais clientes eram Ford, Texaco, Kolynos, Palmolive, Aveia Quaker, Sabonete Euacalol, Biscoitos Aymoré, entre outros.

Na década de XX chega ao Brasil o rádio, que seria um ótimo meio comunicacional e um marco na publicidade Brasileira. A General Motors tinha um departamento de publicidade desde 1926, porém que se desenvolveu em 1929. Foi aí que entrou a primeira grande agência multinacional no Brasil: JWThompson. Entre 1930 e 1940 surgem os SPOTS e outdoors.

Já na década de 50 surgem os Jingles e promoções de dia dos pais e dia das mães que aqueceria o período mais fraco do comércio, o que hoje tornou-se um dos períodos que mais movimentam dinheiro.

Em 1949 há um convênio entre as principais agências para a fixação de normas e padrão para a regulamentação da propaganda, surgindo então a ABAP (Associação Brasileira de Agências de Propaganda).

Em 1950 começa a funcionar a TV brasileira. Inicialmente não foi fácil de introduzir a televisão pela duvida que foi gerada de se realmente seria eficaz. Porém, pouco tempo depois foi se tornando o meio de comunicação preferido da população. E superando as arrecadações publicitárias das rádios. Na mesma época vai surgindo também as estratégias como promoções, pesquisas de mercado, entre outros.

Em 1951 é criada a Escola de Propaganda do Brasil. Em 1953 a Fundação Getúlio Vargas cria um curso de marketing em sua pós graduação. Dentre outros fatos importantes da década.

Na década de 60/70 o governo militar da ditadura, ciente do poder de comunicação de massa, passa a ser um dos principais anunciantes (Como nas guerras da Europa e EUA).

Entre 80 e 90 há a criação do CONAR (Conselho Nacional de Auto Regulamentação Publicitária). Já em 1987 há mais de 2 mil agências de publicidade no Brasil.

Entre 90 e 2000 é consolidada a TV por assinatura. Surge a MTV (primeira emissora segmentada do país). E é lançado o Código de Defesa do Consumidor.

Em 95 a internet começa a modificar o mercado e ganha status de nova mídia.

Concluindo, isso tudo é uma pequena parte de uma grande história que tem a publicidade. Mas um ótimo começo para tentar entender de onde surgiu algo que move tantas outras carreiras, profissões e profissionais. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s