Merchandising, Tie-in ou Product Placement

Em uma das minhas primeiras aulas de Marketing aprendemos a grande diferença entre o que acreditavamos saber e o que realmente era Marketing e o Tie-in ou Product Placement.

Quantas vezes você já não viu nos créditos de alguma novela, ou até mesmo em programas como o BBB, em uma das linhas o título: Merchandising, falando que era alguma marca que eles propagavam. Isso porém está errado, o merchandising na verdade é qualquer tipo de técnica, ação, ou material promocional (não a promoção em si) aplicada no ponto de venda, e não inserido dentro de alguma mídia, isso recebe o nome de Product placement, ou Tie-in.

O merchandising surgiu na década de 30, nos EUA, quando os proprietários das “lojinhas” de balcão da época começaram a notar como a vitrine ajudava nas vendas, principalmente dos produtos expostos. Eles resolveram adotar a mesma técnica para toda a loja, tirando os balcões e tornando tudo em uma grande vitrine, transformando-se em lojas de auto serviço, na qual o consumidor escolhe seu próprio produto. Em seguida, surgiram os supermercados que utilizavam do merchandising para dar destaque a determinadas mercadorias, começando do layout da loja, até corredores, prateleiras, e disposição dos produtos e suas respectivas promoções.

Desde os anos 80, até os dias atuais, as novelas da Globo procuram um jeito de inserir uma marca dentro da história da trama. Por exemplo uma agência do itaú, ou uma marca de carro usada pelas personagens, além da própria moda ditada por elas (quem não se lembra da pulseira-anel que Jade usava em “O Clone”?). Com o tempo, a Globo começou  a perceber que essas modas iam para as ruas e resolveu tentar lucrar em cima disso, criando a Globo Marcas (www.globomarcas.com.br).

Recentemente essa técnica vem ganhando muito espaço, por exemplo uma marca brasileira de cachaça, 51, utilizou-a em um programa de grande audiência tanto no Brasil quanto no mundo:

http://exame.abril.com.br/marketing/noticias/o-placement-e-a-boa-ideia-da-51-no-the-big-bang-theory?page=1&utm_campaign=news-marketing.html&utm_medium=e-mail&utm_source=newsletter

Portanto, podemos ver como estas técnicas vem crescendo cada vez mais e que há uma grande diferença entre Merchandising e Tie-in ou Product Placement, tomando muito cuidado ao mencionar cada um dos dois para não cometer uma gafe.

Até a próxima, Julia d’Orsi

Anúncios

Uma resposta em “Merchandising, Tie-in ou Product Placement

  1. Pingback: Pessoas ou mídia, o que é mais influente? | Baú da Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s